domingo, 15 de abril de 2018

O Que é Poesia? O Que é Poema? Qual a Diferença? Versos, Estrofes e Rimas. Poema Jogo de Bola, de Cecília Meireles. Poesia A Boneca, de Olavo Bilac. Atividades

Tela do Pintor Brasileiro  Romero Britto
Poemas, poesias, parlendas, trava línguas, adivinhas e outros gêneros textuais são recursos utilizados com muito sucesso na Educação Infanto-juvenil.  Permitem trabalhar a leitura, a escrita, interpretação de texto, utilizando recursos como:  os sons e posição das palavras; números de letras e sílabas; reconhecimento das letras do alfabeto; valor sonoro, além de rimas etc.  
Trazemos um poema bastante conhecido e utilizado nas atividades para crianças em idade pré-escolar, o” Jogo de Bola”, de Cecília Meireles, e a poesia - A Boneca, de Olavo Bilac, como sugestões de trabalho com esses dois gêneros textuais. Tomara que este post seja útil ao nosso público. Sucesso!
                       
                            O Que é Poesia?  O Que é Poema?

Responder à pergunta “o que é poesia?” nem sempre é tarefa fácil, deixando sem palavras ilustres poetas. Segundo os diversos autores que consultei, poesia é atitude criativa, e não apenas um gênero literário.  A poesia  existiu  muito antes das pessoas serem alfabetizadas.  Segundo o  dicionário Aurélio de Língua Portuguesa - poesia é a arte de criar imagens, de sugerir emoções por meio de uma linguagem em que se combinam sons, ritmos e significados. 

A poesia pode ser definida como uma forma literária de arte, e pode estar presente na paisagem, em uma situação do cotidiano, nos objetos, nos sons, numa frase, em textos diversos, como um poema, e em todas as linguagens e manifestações artísticas:  o teatro, a dança, a fotografia, a música,  as artes plásticas, que compreendem a arquitetura, a pintura, a escultura, as artes gráficas e o artesanato artístico. 


A palavra poesia também pode ser usada metaforicamente para considerar algo tão bonito e impecável quanto a poesia. Poesia , portanto, é qualquer tipo de produção artística que envolva criatividade e provoque  emoção.  Em resumo, a poesia é uma forma diferente de escrever e expressar sentimentos,  percebidos e expressos de variadas formas, provocando surpresa, admiração e contemplação.   Tudo isso dito, conclui-se que a poesia não é exclusividade da literatura, tampouco do poema. 


Para fazer uma poesia, não basta escrever o que pensamos e termos criatividade. Temos que estar atentos à riqueza da linguagem, aos aspectos gramaticais e combinar as palavras. Quem escreve poesias é o poeta. Dizem que o poeta é Mestre em lapidar as palavras.


Poema é um gênero literário, ou seja, faz parte da literatura, enquanto a poesia, não necessariamente.   Poema também é poesia, pois desperta sensações, sentimentos, lembranças, emoções, retrata histórias vividas ou histórias que se deseja viver. Poema é poesia porque requer criatividade, expressividade, harmonia, imaginação. Os poemas antigos eram memorizados e passados de uma geração a outra, oralmente.   Todos os textos que provocam emoções e sentimentos são poéticos, inclusive o poema. 

Crianças Jogando Futebol

Tipos de Poemas


Existem vários tipos de poemas, como os sonetos – que versam sobre o amor e Ode -   poema lírico que exalta alguma coisa, como a natureza ou a vida. O poema lírico descreve os sentimentos e pensamentos do poeta. Poema épico -é aquele que fala das figuras míticas ou heroicas.  Poema narrativo - o que conta uma história. Poemas dramáticosaqueles que são escritos em versos. 

Qual a Diferença entre Poesia e Poema?



A palavra poesia não significa a mesma coisa que poema, mas a poesia faz parte ou está presente no poema.  A diferença entre poema e poesia é que,  enquanto o poema está ligado somente a  literatura, a poesia pode ser qualquer tipo de produção artística.  O poema é um gênero literário, ou seja, faz parte da literatura, enquanto a poesia, não necessariamente, como vimos acima.   

O poema é um gênero textual que tem uma estrutura definida com versos e estrofes.  A poesia, não necessariamente, e   pode ser expressa através de textos,  em que não é obrigatória uma estrutura específica, como no poema, embora possa ter versos  estrofes e rimas.    Poema é poesia porque requer criatividade, expressividade, harmonia, imaginação. Todo poema é considerado poesia, porém nem toda poesia precisa ser um poema.

Versos, Estrofes e Rimas

 

O poema deve seguir uma linha estrutural, com estrofes e versos. 1-Estrofes são as seções do poema, separadas umas das outras por uma linha em branco. Cada estrofe é formada por alguns versos (frases), que são as linhas do poema.

2- O  verso é uma única frase em uma composição poética. É o elemento que define a poesia, em oposição à prosa. Um conjunto de versos com sentido completo chama-se “estrofe”.

3- Outro elemento do texto poético é a rima. O uso de combinações de palavras que apresentam certa semelhança de som é chamado de rima, e é usada pelo autor para tornar a poesia mais musical e sonora. 

As rimas em um poema não são obrigatórias, mas a maioria deles as têm, pois elas servem para dar mais sonoridade, graça, leveza e impacto ao seu conteúdo, além de fazerem com que o texto fique ainda mais prazeroso de ser ouvido.

Qual a Diferença Entre Estrofe e Verso?



O verso e a estrofe são elementos do texto poético, e sua diferença é que cada linha de um poema, ou seja, cada frase,   é um verso. A  estrofe é um conjunto de versos  Portanto, a primeira estrofe da poesia de Bilac, tem quatro versos.  O conjunto dos quatro versos forma uma estrofe.  Observe a  primeira  parte da poesia - A Boneca, no quadro  abaixo.

Leia, memorize e declame  o Poema Jogo de Bola, de autoria da escritora e poetisa  brasileira Cecília Meireles, bem como   a poesia  -   A Boneca, de autoria do escritor e poeta brasileiro Olavo Bilac.  
                                            

Poema Jogo de Bola

Autora: Cecília Meireles

Poesia A Boneca

Autor: Olavo Bilac


A bela bola
rola:
a bela bola do Raul.

Bola amarela,
a da Arabela.

A do Raul,
azul.

Rola a amarela
e pula a azul.

A bola é mole,
é mole e rola.

A bola é bela,
é bela e pula.

É bela, rola e pula,
é mole, amarela, azul.

A de Raul é de Arabela,
e a de Arabela é de Raul.

Deixando a bola e a peteca,
Com que inda há pouco brincavam,
Por causa de uma boneca,
Duas meninas brigavam.

Dizia a primeira: “É minha!”
— “É minha!”  a outra gritava;
E nenhuma se continha,
Nem a boneca largava.

Quem mais sofria (coitada!)
Era a boneca. Já tinha
Toda a roupa estraçalhada,
E amarrotada a carinha.

Tanto puxavam por ela,
Que a pobre se rasgou ao meio,
Perdendo a estopa amarela
Que lhe formava o recheio.

E, ao fim de tanta fadiga,
Voltando a bola e a peteca,
Ambas, por causa da briga,
Ficaram sem a boneca...


BONECA BONITA

ATIVIDADES 



1- Releia as informações aqui postadas. Responda: 
a) o  que é poema; b) o que é poesia; c) estabeleça a diferença entre esses dois gêneros textuais; d) o que é um verso;  e) uma estrofe; f) uma rima.
2- Pesquise os significados das palavras: a) épico;  
b) ode; c) lírico;  d) dramático. 
3- Releia a poesia a Boneca e responda: a) Quantas estrofes tem a poesia?  
BOLA BELA 
b) Quantos versos; c) quantas rimas. d) Quais as rimas que você identificou? Copie.  
e) Quem é o autor?
4- Copie o poema  Jogo de Bola. Quem é a autora? 
5- Identifique as letras do seu primeiro nome no título do poema de Cecília Meireles. Pinte-as em cores diferentes,  copiando-as na escrita do seu primeiro nome. 
6- Releia com muita atenção o poema Jogo de Bola, da autora Cecília Meireles. Pinte em cores diferentes as palavras que começam com as letras:    B –    R   -   A -    M  –  P. Depois complete o quadro abaixo com essas  palavras  ali encontradas.  Pinte as letras do primeiro quadro com as cores ali utilizadas.  
Letra B



Letra R



Letra A



Letra M



Letra P



Artes Plásticas - conceito, o que é, significado
https://conceitos.com/artes-plasticas/
https://www.significados.com.br/artes-plasticas/
 https://www.literaturabrasileira.ufsc.br/_documents/poesias_infantis_de_olavo_bilac-1.htm#Aboneca 
Todas as imagens são do Google

sábado, 31 de março de 2018

22 Cartazes de Gêneros Textuais: Carta, Bilhete, E-mail, Poema, Poesia, Charge, Conto, Crônica, Contos de Fada, Mito, Fábula, Diário, Biografia, Notícia, Entrevista, Receita, Propaganda, Bula de Remédio, Aventura, Mistério, Terror, Tutorial

Imagem

Como podemos ver, existe uma grande diversidade
de Gêneros Textuais, consequência das mudanças sociais que resultam em alteração dos gêneros ou desaparecimento ou transformação ou surgimento   de outros, num permanente processo em função dos seus usos e de novas práticas sociais, segundo os  estudiosos.

Tal diversidade é fruto das muitas situações comunicativas com as quais convivemos cotidianamente, além de ser  importante meio de produção textual, exigindo dos nossos alunos, domínio dos mesmos.

É relevante conhecer essas diferentes modalidades textuais, que darão suporte ao aluno para entender por que escreve, para quem escreve e como escreve. Essas modalidades estão relacionadas às intenções de narrar, descrever, argumentar, relatar ou expor sobre determinado assunto, seja no âmbito da oralidade ou da escrita, atendendo às particularidades linguísticas que demarcam cada um desses gêneros.  

Além disso, o trabalho com diferentes textos na sala de aula, facilita muito  o trabalho  de alfabetização e  de interpretação de textos, na perspectiva de integração entre os componentes curriculares. Espero  que este post  seja  útil a todos os níveis escolares.

01



02/03
04
05
06
07
08
09
10
11/12
 
13
14
 15
 16
 17
18
19
  20/21
22

Sites Consultados 

Brasil Escola. Gêneros Textuais  https://brasilescola.uol.com.br/redacao/generos-textuais.htm
Imagens -    https://br.pinterest.com/pin/473863192032726184/
https://alunosonline.uol.com.br/portugues/generos-textuais-orais-escritos.html
Pacto pela Alfabetização na Idade Certa.  Governo de Minas.
http://slideplayer.com.br/slide/298244/

Todas as Imagens são do Google

terça-feira, 27 de março de 2018

Cinco Poemas Infantis de Cecília Meireles: A Bailarina, Pescaria, Pregão do Vendedor de Lima, Lua Depois da Chuva, O Passarinho do Sapé. Interpretação de Textos, Músicas, Vídeos e Áudios. Atividades

Passarinhos Coloridos

Apresentamos cinco poemas infanto-juvenis de autoria da escritora brasileira Cecília Meireles.  Os temas abordados convidam à Interdisciplinaridade.   Pode-se trabalhar: Linguagem, Literatura, Matemática, Ciências, Artes.... Trazemos os seguintes  poemas publicados no  seu livro intitulado  "Ou isto ou aquilo",  que também é um poema:    

 1- A Bailarina;     2- Pescaria;   3 - Pregão do Vendedor de Lima;   4 - Lua  Depois da Chuva;    5 - O Passarinho do Sapé.  Sugerimos declamações individuais e em grupo,  dramatizações, leituras,  interpretação e produções  coletivas e individuais. Trazemos vídeos com alguns poemas musicados e declamados.

Secagem de Peixes 
no Cesto de Bambu
A forma simples e delicada com que Cecília Meireles escreve para as crianças é um verdadeiro mimo.  Seus poemas encantam leitores de todas as idades. 

Seus poemas infantis  são marcados pela musicalidade, uma das principais características de sua poesia, como se  pode constatar nos poemas  que aqui  apresentamos, alguns docemente musicados. 

Sua obra é um recurso didático inestimável para despertar nos nossos pequenos o gosto pela arte de ler, escrever, pintar, declamar e dramatizar. Não é a toa sua habilidade e didática, professora que era.    Tomara que os colegas e os alunos gostem. Bom proveito! 

 Pescaria 
                             
Menino Pescador

Cesto de peixes no chão.       
Cheio de peixes, o mar.
Cheiro de peixe pelo ar.
E peixes no chão...








                                  Pregão do vendedor de lima

Lima, uma fruta boa

Lima rima                        
pela rama
lima rima
pelo aroma.

O rumo é que leva o remo.
O remo é que leva a rima...




 Lua depois da chuva                                                                                                      

Super Lua e Chuva de Meteoro


Enquanto não têm foguetes

para ir à Lua
os meninos deslizam de patinete
pelas calçadas da rua...


Assista ao vídeo e cante a música:


https://www.youtube.com/watch?v=Jw7c9AqJRmQ

Veja também: a  Música  por Osvaldo Lacerda.  Coro Infanto-Juvenil Carlos Gomes.
 Publicado por Marlene Kurz Thiel
https://www.youtube.com/watch?v=KLtaZgct9Z8

A Bailarina 
Esta menina
tão pequenina
quer ser bailarina.
Não conhece nem  nem 
mas sabe ficar na ponta do pé.

Não conhece nem Mi nem 
Mas inclina o corpo para cá e para lá

Não conhece nem  nem Si,
mas fecha os olhos e sorri.

Roda, roda, roda, com os bracinhos no ar
e não fica tonta nem sai do lugar.

Põe no cabelo uma estrela e um véu
e diz que caiu do céu.

Esta menina
Luvas de festa
infantil
tão pequenina
quer ser bailarina.

Mas depois esquece todas as danças,
e também quer dormir como as outras crianças.                         
As Sete Notas Musicais













Ouça e veja o áudio - Animação em stop-motion
https://www.youtube.com/watch?v=iqrs6s15IcQ

Vamos cantar a Música - a  Bailarina, do compositor Toquinho, na voz de Lucinha Lins.
 Acesse a Letra    https://www.vagalume.com.br/toquinho/a-bailarina.html
Ouça a música. https://www.ouvirmusica.com.br/toquinho/87126/

O passarinho do sapé
Mini - Passarinhos Coloridos

P tem papo
o P tem pé.
É o P que pia?
                                                                                  
(Piu!)                                                            
Quem é?
O P não pia:
O P não é.
O P só tem papo
e pé.

Será o sapo?
O sapo não é.

(Piu!)

que fez seu ninho
Sapo Cururu 
no sapé.

Pio com papo.
Pio com pé.
Piu-piu-piu:
Passarinho.    
                                                                                                           
Passarinho
no sapé.

Pescaria

Pregão do vendedor de lima

Lua depois da chuva


Cesto de peixes no chão.
Cheio de peixes, o mar.
Cheiro de peixe pelo ar.
E peixes no chão.


Chora a espuma pela areia,
na maré cheia.


As mãos do mar vêm e vão,
as mãos do mar pela areia
onde os peixes estão.


As mãos do mar vêm e vão,
em vão.
Não chegarão
aos peixes do chão.


Por isso chora, na areia,
a espuma da maré cheia.



Lima rima
pela rama
lima rima
pelo aroma.


O rumo é que leva o remo.
O remo é que leva a rima.


O ramo é que leva o aroma
porém o aroma é da lima.


É da lima o aroma
a aromar?


É da lima - lima
lima da limeira
do auro da lima
o aroma de ouro
do ar !


Olha a chuva:
molha a luva.

Cada gota de água
Como um bago de uva.

A chuva lava a rua.
A viúva leva
o guarda-chuva
e a luva.

Olha a chuva:
molha a luva
e o guarda-chuva
da viúva.

Vai a chuva
e chega a lua:
lua de chuva.

Fonte:Revista prosa, verso e arte. Cecília Meireles – poesia para crianças. Em 25/03/18.  



Guarda-Chuva Colorido
 Atividades de Interpretação e Produção de textos


1. Quantos e quais são os poemas  que você leu aqui? Quem é a autora? Escreva os nomes dos poemas em ordem alfabética.
2. Releia o poema a Bailarina e responda:  a) Qual a personagem do poema? 
b) Qual a profissão que ela quer seguir? c) Quais as partes do corpo humano citadas no poema ? d) No  poema  aparecem as Notas Musicais. Quantas e quais?  Qual a nota musical que está faltando?   e) Identifique no título do poema as letras do seu primeiro nome e  as copie. Pinte-as.  Escreva seu primeiro  nome.  f) Quantas letras  do título do poema são iguais ao seu primeiro  nome ? g) Quais são elas?
3. Observe o desenho com as notas musicais. Quantas são no total?  Copie  todas no seu caderno. 
4. Releia o poema Pregão do Vendedor de Lima e copie suas rimas. 
5. Copie os cinco poemas  e diga quantos versos tem  cada um deles. 
6. Releia os poemas  de acordo com a numeração para completar o quadro abaixo: 
I- Pregão do Vendedor de Lima. Copie as palavras que começam por R – L – A – O.
II- Lua Depois da Chuva. Copie  palavras que tenham: CH e LH. 
III- O Passarinho do Sapé.   Copie as palavras que começam com a letra "P".
 IV- Pescaria. Copie  palavras que tenham: CH e LH.

I-Palavras que começam por:
R
L
A
O
II- Palavras que tenham: CH e LH
III- Palavras com
 as  letras: P e S
IV- Palavras que tenham CH



7. PRODUÇÃO COLETIVA DE TEXTO - Dividir a turma em 5 equipes, cada uma com o nome  dos poemas aqui estudados. Cada grupo escreverá  um poema  que tenha no mínimo quatro versos e rimas. 

8. DRAMATIZAÇÕES DOS CINCO POEMAS -  As mesmas equipes irão dramatizar o poema patrono do grupo. Ficará muito bonito. Sucesso! 



Imagem 

Amplie seus conhecimentos. Acesse: 


O Que é Poesia? O Que é Poema? Qual a Diferença? Versos, Estrofes e Rimas. Poema Jogo de Bola, de Cecília Meireles. Poesia A Boneca, de Olavo Bilac. Atividades


Sites pesquisados (imagens)
http://escolademusica-fenix.blogspot.com.br/2017/02/origem-das-7-notas-musicais.html
http://www.galeriadometeorito.com/2014/07/super-lua-x-chuva-de-meteoros-perseideas-2014.html
https://www.elo7.com.br/mini-passarinhos-coloridinhos-avulsos/dp/25AB15
http://g1.globo.com/pi/piaui/noticia/2015/11/pesquisadores-estudam-veneno-de-sapo-para-tratamento-contra-cancer.html
https://www.dicio.com.br/sape/
Blog Loucos por Tecnologias
https://loucosportecnologias.blogspot.com.br/2018/03/alfabetizacao-dia-mundial-da-poesia-o.html

Todas as imagens são do Google